O seu Pipeline está em forma?

Pipeline Sedentário ou Pipeline Fitness?

 

Hoje em dia estamos vivendo um momento que temos várias fontes de leads no mercado imobiliário e conseguimos gerar muitos leads a valores mais interessante, mas será que esses leads são de qualidade?

Para responder essa pergunta sempre orientamos os nossos clientes a ficarem de olho em seu Pipeline e agora acompanhar a evolução histórica do mesmo através do B.I. (novo módulo disponibilizado pela Suahouse para suportar os gestores na tomada de decisão).

 Através dele gostaria de fazer uma analogia ao momento fitness (a grande tendência mundial no momento), então a pergunta seria: Como tornar o meu Pipeline Fitness?
                                                                                                                                                                                                                A resposta vai de encontro com as melhores práticas para colher os resultados saudáveis no seu dia a dia, como:

Regrar a alimentação (Controlar tudo o que é inserido no seu Pipeline de vendas, para entender quais as entradas trazem os melhores resultados);

Recorrência nos exercícios (Praticar follow up dos clientes que estão no seu Pipeline de forma recorrente, para que eles se mantenham ativos);

Aumentar a intensidade (Quanto mais rápido e de maior qualidade for a interação com os leads, melhores os resultados).

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                     Abaixo vamos ver a evolução de 2 Pipelines, sendo o 1° com uma rotina sedentária e o 2° com uma rotina saudável.

Para isso definimos 4 etapas de evolução do Pipeline:

  1. Entrada do lead

  2. Despertar do interesse

  3. Negociação

  4. Fechamento da venda

                                                                                                                                                                                                         1° Imagem do Pipeline sedentário acumulando uma “barriga” por continuar com a mesma quantidade de entrada, porém não exercitando o interesse dos clientes para evoluir até a negociação.

 

Imagem do Pipeline saudável exercitando os seus leads, subindo “degraus” para chegar nas vendas.

 

A conclusão que podemos chegar com essa evolução é:

Quem não “exercita” seu Pipeline cria “barriga” e afeta o seu desempenho. Você vai exercitar seu Pipeline ou vai ficar parado?


 

Renato Rodrigues
Diretor de Customer Success

 

Leave a Comment